Panorama Geral do Mercado de Energia Solar na Índia - Por Mariana Paiva

Updated: Jul 7, 2021

SUMÁRIO


  1. 1. Introdução

  2. 2. Panorama geral do segmento de energia solar

  3. 3. O mercado de energia solar na atualidade

  4. Referências Bibliográficas



1. Introdução

Como forma de combater os efeitos negativos de emissões de gás carbônico e de distribuição desigual de energia, diversos países estão se voltando para fontes alternativas como hidrelétrica, nuclear, eólica e solar, sinalizando que a busca por recursos não-fosseis deverá aumentar nas próximas décadas. A Índia é a quinta maior economia do mundo e pode se tornar o país mais populoso até 2050. Neste cenário, segundo relatório do Greenpeace, o crescimento populacional do país e evolução exponencial de seu PIB deverá elevar o aumento da demanda por energia em 200% até 2050 (TESKE et al., 2015). Estima-se que a energia solar fotovoltaica irá compor de 20% a 40% do mercado de tecnologias renováveis do país (GULAGI et al., 2018).


O setor de energia solar tem apresentado diminuição de 82% nos custos desde 2009 e aumento de eficiência das tecnologias em 20% (SALIBA et al. 2016). Como o terceiro maior emissor de gás carbônico, atrás dos Estados Unidos e da China, a Índia tem investido significativamente em energias renováveis e, atualmente, oferece a energia solar mais barata do mundo, com construção de usinas solares ocorrendo por até metade do preço das usinas de carvão (JAISWAL et al., 2017). Por estes motivos, o país configura uma ótima opção para aqueles que buscam investir em placas solares.


2. Panorama geral do segmento de energia solar

Fato