Novidades logísticas no Porto do Açu: serviço feeder e cabotagem entre Rio e Açu



Durante a “Semana do Porto do Açu” nas redes da Câmara de Comércio Índia Brasil, destacamos projetos e iniciativas do empreendimento em diversas áreas. Para encerrar a semana, trazemos novidades comerciais logísticas do Açu que complementam as operações e leque de serviços do porto para atender seus clientes. Destacamos hoje o serviço de feeder short distance entre o Porto do Açu e o Rio de Janeiro e a construção de um armazém coberto para impulsionar a importação de fertilizantes e a operação de outros granéis sólidos.

Serviço feeder e cabotagem entre Rio e Açu

A Porto do Açu Operações e a Companhia de Navegação Norsul firmaram, em março, um acordo de operação para lançar o serviço de transporte marítimo de curta distância de unidades de contêineres e cargas de projeto entre os portos do Rio e Açu, localizado em São João da Barra, no Norte do Estado (RJ). O novo serviço de cabotagem, modalidade “feeder short distance”, irá estabelecer uma conexão integrada, eficiente e segura entre as empresas do Norte Fluminense, Espírito Santo e Minas Gerais, com o mundo, através do Terminal Multicargas do Porto do Açu (T-MULT).

O serviço, que tem duração de 18 horas de viagem por trecho, terá capacidade de transporte de até 350 unidades por pernada, com saídas regulares, atendendo às demandas regionais e também às rotas de longo curso. A expectativa é de que a utilização de comboios oceânicos reduza os custos logísticos e o tráfego rodoviário, trazendo maior previsibilidade e segurança, além de valor sustentável, uma vez que acarretará numa real redução das emissões de carbono no meio ambiente na ordem de 22 pct, sendo que as emissões restantes serão neutralizadas pelo Programa Carbono Neutro da Norsul.

Em apoio ao transporte marítimo, o Açu ainda oferece serviços integrados de movimentação, desova, armazenagem, estufagem e transporte rodoviário porta a porta, de acordo com a demanda do cliente.

Entre os projetos em desenvolvimento e que também podem dar suporte à movimentação de cargas está o Açu CondLog: condomínio logístico de 210.000m², que contará com pátios e galpões e disponibilizará infraestrutura modular e spot em uma localização estratégica no Açu, com serviços e custos compartilhados. O objetivo é atrair o fornecedor para próximo à operação dos terminais e reduzir custos para ambos os lados.